Meus amigos são foda! Tá esperando o quê?

Saudações, mutantes!

A primeira coisa que eu gostaria de fazer, é revelar a vocês uma coisa: quando recebi o convite para escrever para o Blog da Mutante, aceitei de imediato, mas confesso que não fazia menor ideia sobre o que escreveria. Quebrei a cabeça por alguns dias e tinha meio que me decidido a escrever sobre o disco novo do Off!, mas assumo que não estava satisfeito com essa escolha, afinal, resenhas sobre “Free LSD”, acredito eu, podem ser encontradas em inúmeros portais especializados em música ao redor do mundo e, talvez, uma resenha a mais, escrita por um cara qualquer, não fosse assim tão relevante.

Os dias foram se passando e nada da musa inspiradora aparecer para me dar uma luz, e foi então que em estado de vigília, meio acordado, meio dormindo, tive um insight que trouxe o conceito pronto sobre minha missão nesse blog.

Um dos maiores orgulhos da minha vida é seguir cultivando um círculo de amizades repleto de artistas que transbordam talento, que são fonte de transpiração e inspiração e estão sempre trabalhando pesado para sempre se superarem em seus campos de atuação. E não há um mês sequer que passe batido sem um lançamento que não me deixe muito orgulhoso.

Desculpa, mas eu sou dependente de arte, assumo, e o tempo em que respiro é pensando em arte, consumindo arte, compartilhando arte e, claro, com o perdão do trocadilho, fazendo arte, pois é ela quem define minha existência e por mais que tentem ofuscar o que realmente somos e nos fazer distanciar de nós mesmos, jamais me sujeitarei a abrir mão de tudo isso.

E são os trabalhos desses artistas, os quais eu tenho certeza que jamais irão abandonar suas artes, que serão abordados em “Meus amigos são foda!”. O primeiro texto sai em breve, dissecando um disco que realmente me impressionou e não tem saído dos meus fones nos últimos dias. E você aí? Já ouviu, leu, assistiu, compartilhou ou apoiou o trabalho de um amigo ou uma amiga foda hoje? Não? Então tá esperando o quê?

Compartilhe

Notícias

Protestos 1, futebol 0

No segundo dia de jogos da Copa do Mundo, realizada no Catar, manifestações políticas estiveram presentes. Antes e até mesmo durante a partida entre Irã