Hurry Up – Empatia

Eae galera, sejam bem vindos ao CAFÉ AMPLIFICADO, eu sou o Furukawa e nessa Sexta edição nós trazemos um momento #tbt com o álbum “EMPATIA” da banda Hurry Up, lançado no dia 24 de Janeiro de 2019.

o Album ja começa com esse sentimento com a musica “Rainy Nights, Summer Sunlights”, apesar da letra não ser tão feliz como a Melodia. Mesmo tendo um tom melancólico, a Nostalgia permanece. A música “Sundays” transmite o mesmo sentimento.

Mais pra frente, temos as músicas “We Are the Ones” e “Hurry Up Life Won’t Wait”, e ambas são as música que roubam a cena do disco: melodias que contagiam, uma letra mais Profunda ainda(no caso da “Life Won’t Wait”), num conjunto que é digno de Playlist para corridas Matinais. É correr pra não perder nada… Se apressar porque a vida não espera.

Depois dela, vem a “Casamento Gay”, outra música que Cativa de um jeito que Esse texto não consegue explicar. A Letra mostra como o Amor funciona e como ele deve ser: começando com uma paixão, seguindo para convivência, partindo para Aceitação, chegando na batalha e a conclusão de que Quando tudo isso passar, quando nossa família for só nomes numa Pedra, o Amor prevalecerá, livre.

Diminuindo um pouco o ritmo, temos “Lei de Ouro”, que é a mais Calma do disco, mas ainda garante que a plateia cante junto num show; e já voltamos com o pé na porta com “Good Days, Bad Days”. É mais uma música que traz aquele sentimento nostálgico citado mais cedo, esse álbum é praticamente um Álbum de fotografias velho que você não cansa de olhar.

Ainda no tema NOSTALGIA, temos “Dois Mil e Quatorze” e “Diegos e Fridas”, sendo a última uma música que eu acho totalmente diferente no disco(e garante seu lugar no nosso top5), é uma pegada diferente partindo mais para o Hardcore de um Samiam com uma pitada de Quicksand beeeem melodico.

Na reta final do disco temos “Goddammit Mulder!” -, que é praticamente um pedido de desculpas e Afirmação de que Nada é Perfeito -, “O Mundo é Meio Bosta(But i Like It)”, um desabafo sobre nosso mundinho cheio de merda que temos que aguentar e divertido por você estar nele. Mais uma música lenta, mas acho ela mais pesada que “Lei de Ouro” – , e também temos “Sobre o Fim”, a última corrida do disco pra terminarmos com Chave de Ouro.

O album “Empatia” é um deleite para os Ouvidos. É a definição de Nostalgia no dicionário; Disco daquele domingo ensolarado que você combina de se encontrar com a galera na praça pra conversar, depois dar um role na casa de alguém e jogar um Mortal Kombat 3(quem colou na HUP em Americana sabe). Samba de Dedos no Controle surrado do PS2, aquela garrafa de Coca Cola gelada 1,5L suando, e geral tirando onda com você porque você colou a sequencia de botões pro Fatality. Infelizmente a Banda anunciou seu fim logo depois de seu lançamento em 2019, num ultimo final de semana de shows com Dinamite Club(que eu ainda pretendo fazer um review do Split deles com a Hurry Up, “Escolha Suas Armas”),Horace Green, Direction, About a Soul, Pain, Derrota e Kids on Mars. 14 anos de estrada que chegaram numa conclusão Belíssima. Eu não vi, e me arrependo até hoje disso.

“Hoje, eu tô bem
Só não quero ter que falar
Hoje, eu sei lá
Só quero me aproveitar.”

TOP 5 MÚSICAS DO ÁLBUM (sem ordem específica)

  • Hurry Up, Life Won’t Wait
  • Diegos e Fridas
  • We Are the Ones
  • O Mundo é Meio Bosta
  • Good Days Bad Days

Menção honrosa pra “Rainy Nights, Summer Sunlight’s” por ser a que Maís transmite o sentimento de Nostalgia do disco. Escrevi muitas vezes essa palavra hoje.

Compartilhe

Notícias

Protestos 1, futebol 0

No segundo dia de jogos da Copa do Mundo, realizada no Catar, manifestações políticas estiveram presentes. Antes e até mesmo durante a partida entre Irã